Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | País DISCURSO APÓS RESULTADO

'Acima de projetos pessoais ou partidários está o Brasil', avalia Eduardo Leite

Governador gaúcho foi derrotado por João Doria na escolha do representante do PSDB para disputar a presidência no ano que vem

Publicado em: 27.11.2021 às 21:34 Última atualização: 27.11.2021 às 22:05

Por meio de seu perfil no Twitter, o governador Eduardo Leite avaliou o resultado das prévias do PSDB que definiram o representante do partido para a disputa da presidência em 2022. Leite agradeceu a todos que o apoiaram e falou que fez uma campanha "limpa, bonita e honesta".

"O PSDB escolheu seu caminho e desejo sorte ao João Doria Júnior. Acima de projetos pessoais ou partidários está o Brasil! E eu, onde estiver, buscarei sempre dar a minha contribuição ao país!", escreveu. 

Em discurso, Leite agradeceu o apoio e saudou João Doria pela vitória nas prévias do PSDB
Em discurso, Leite agradeceu o apoio e saudou João Doria pela vitória nas prévias do PSDB Foto: PSDB BR

Em seu discurso entre os partidários após o resultado, ele agradeceu também à família e fez questão de ressaltar seu compromisso como servidor do povo. "Sou de uma família de servidores públicos, meus pais, meus irmãos, todos eles optaram pelo serviço público, (...) foram admitidos por concurso público, pelos seus méritos, e todos eles atendem no mais elevado espírito de servir a população. Eu sempre digo que também escolhi a vida do serviço público, com a diferença que a admissão não foi por um concurso, mas pelo voto popular, pelo verdadeiro dono da coisa pública, que é o povo, que contrata ou não por prazos determinados", falou. 

Leite destacou que seu nome foi citado como um dos possíveis representantes à corrida pela presidência pelos resultados que tem apresentado no Rio Grande do Sul. "Fui lançado por um grupo de pessoas que me buscou, acompanhando o trabalho que eu faço no Rio Grande do Sul, uma transformação que a gente tem feito no nosso Estado e que chamou a atenção de muita gente dentro do nosso partido. Eles entenderam que aquilo merecia ser compartilhado e não apenas o que a gente está fazendo, mas como, com respeito, com diálogo, com bons debates, com enfrentamentos no campo as ideias, como deve ser a política, mas sem passar um por cima do outro. E percorremos o Brasil falando sobre isso, sobre a possibilidade e capacidade de fazermos política com firmeza e convicção de um lado, mas ao mesmo com respeito do outro, isso é possível", destacou em sua fala. 

 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.