Publicidade
Notícias | País Enfrentamento da pandemia

CPI: em fala inicial, Mandetta busca descrever gestão integrada e transparente

A Comissão Parlamentar de Inquérito investiga ações do governo federal no enfrentamento da pandemia e aplicação de recursos da União transferidos para estados, Distrito Federal e municípios

Por Estadão Conteúdo
Publicado em: 04.05.2021 às 12:20 Última atualização: 04.05.2021 às 12:21

A Comissão Parlamentar de Inquérito investiga ações do governo federal no enfrentamento da pandemia Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Em suas primeiras palavras na CPI da Covid, na manhã desta terça-feira (4), o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta aproveitou para fazer uma retrospectiva da chegada do novo coronavírus ao Brasil e as respectivas ações do ministério sob sua gestão para enfrentar a Covid-19. Na fala inicial, Mandetta buscou enfatizar uma atuação integrada entre os Poderes e os entes federativos quando a pasta da Saúde estava sob seu comando. "Defesa intransigente da vida, SUS como meio para atingir, e a ciência como elemento de decisão. Esses foram os três pilares", disse.

Mandetta ainda afirmou que o Brasil foi um dos primeiros países a questionar, ainda em janeiro do ano passado, a Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre os rumores em torno do novo coronavírus, e que o ministério se preocupou em fazer um plano de comunicação sobre a nova doença para informar a sociedade.

"O princípio básico de gestão de pandemia são as informações, ter plano de transparência para termos credibilidade, evitar fake news, organizar um plano de comunicação direto com sociedade", disse Mandetta.

"SUS é um grande pacto federativo, a partir do momento que a convoquei de forma permanente (a comissão com gestores dos entes subnacionais), talvez tenha sido momento que SUS estava mais uno", afirmou o ex-ministro nesta terça.

Assista


Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.