Publicidade
Botão de Assistente virtual
Esportes URUGUAI

Argentino será o árbitro da final da Copa Libertadores

Flamengo e Palmeiras se enfrentam no dia 27 de novembro, em Montevidéu

Por Estadão Conteúdo
Publicado em: 27.10.2021 às 13:18 Última atualização: 27.10.2021 às 13:30

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) divulgou nesta quarta-feira que Néstor Pitana apitará a final da Copa Libertadores entre Palmeiras e Flamengo, marcada para o dia 27 de novembro, às 17 horas (de Brasília), no estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai. O argentino de 46 anos será auxiliado pelos compatriotas Juan Belatti e Gabriel Chade.

Néstor Pitana
Néstor Pitana Foto: Reprodução

Julio Bascuñán, do Chile, será o responsável por comandar o VAR (árbitro de vídeo) na decisão entre os últimos dois vencedores do torneio continental. Na cabine também estarão German Delfino, da Argentina, Alexander Guzmán, da Colômbia, e Leodán González, do Uruguai.

Experiente, Néstor Pitana é árbitro Fifa desde 2010 e foi o dono do apito da decisão da última Copa do Mundo, realizada na Rússia, em 2018, que terminou com vitória da França sobre a Croácia. O juiz apitou outros quatro jogos daquele torneio - em 2014, comandou quatro partidas do Mundial disputado no Brasil. Já na atual competição sul-americana, foi o árbitro principal em seis partidas.

Uma preocupação para a torcida do Palmeiras, no entanto, é que o time não tem boas lembranças na Libertadores com o árbitro em campo. Néstor Pitana estava no gramado nas eliminações do clube alviverde paulista nas quedas para Barcelona-EQU e Grêmio, nas edições de 2017 e 2019, respectivamente.

O Flamengo, por outro lado, costuma ter boas lembranças com o argentino no apito. No bi da Libertadores, em 2019, ele comandou quatro jogos do time rubro-negro: vitórias sobre San José (fase de grupos) e Emelec (oitavas de final), além do empate com Grêmio (semifinal) e derrota para a LDU (fase de grupos).

Apesar disso, Néstor Pitana esteve em campo no revés por 2 a 0 diante do Cruzeiro, nas oitavas da Libertadores de 2018 - os cariocas foram eliminados no jogo de volta, após ganhar por 1 a 0. O triunfo contra o Emelec, na fase de grupos de 2014, foi outro confronto apitado pelo veterano.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.