VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Tecnologia

WhatsApp cria alerta para tentar frear roubos e fraudes

Aplicativo de mensagens começou a alertar usuários para não compartilhar código.

Foto por: Arquivo/GES
Descrição da foto: WhatsApp está sendo usado para golpes
Uma medida que pode parecer inócua é uma das tentativas do WhatsApp de frear um golpe que está se multiplicando rapidamente e que já fez vítimas na região nas últimas semanas. A clonagem de contas de WhatsApp pode expor dados importantes do usuário e já foi usada para roubos. Um criminoso clona a conta de WhatsApp de um usuário; modifica senhas e configurações para que o usuário legítimo não acesse mais; então, começa a distribuir, por exemplo, pedidos de empréstimo para contatos da lista. Alguns caem, pensando ser o usuário roubado, e o golpe, assim, lesa todo mundo.

Cada vez que o usuário muda de aparelho e habilita uma versão do App em um celular novo, ele recebe por SMS uma mensagem com um código numérico de confirmação, que deve digitar no aplicativo para habilitá-lo. O problema é que os golpistas estavam obtendo este código pedindo que usuários os enviassem para uma suposta assistência técnica, o que permitia que o Whats fosse clonado.

Agora, para evitar que usuários caiam nesse golpe, o Whats acrescentou na mensagem SMS um alerta: "Não compartilhe este código com ninguém."

Embora a medida pareça simples, o Whats acredita que possa ajudar usuários inexperientes, que são as maiores vítimas do golpe. Outras medidas de segurança também estão sendo adotadas.

Zuckerberg diz que Facebook e WhatsApp vão mudar

Mudança ainda sem data foi anunciada na conferência F8 do Facebook.

Foto por: Josh Edelson/AFP
Descrição da foto: Mark Zuckerberg, cofundador do Facebook
Facebook, WhatsApp e Instagram devem mudar radicalmente no futuro, embora a data ainda não esteja definida e possa demorar. A informação é de Mark Zuckerberg, cofundador do Facebook, durante a conferência F8, dedicada aos desenvolvedores, realizada nos Estados Unidos.

Zuckerberg disse que a intenção é mudar radicalmente o funcionamento do Facebook e dos outros aplicativos de rede social da empresa para atingir uma série de metas de transparência e privacidade junto ao usuário. Entre elas, está não compartilhar informações com empresas ou anunciantes sem autorização do usuário; não atuar em países onde os governos possam obrigar a empresa a revelar dados dos usuários; garantir privacidade de ponta a ponta em todas as interações; e diminuir as campanhas de ódio e perseguição pessoal nos fóruns. 

Estes objetivos foram descritos por Zuckerberg como de longo prazo, mas dentro de uma exigência cada vez maior dos usuários, preocupados com denúncias recentes de brechas de segurança. Analistas apontam que as declarações do cofundador podem, inclusive, estar tentando reverter uma queda de usuários justamente por causa das questões de segurança.

A ideia seria criar um sistema único, integrando Facebook, WhatsApp e Instagram, preservando as características melhores de cada um. O WhatsApp, por exemplo, conta com segurança de ponta a ponta nas conversas, ou seja, só usuários autorizados pelos demais podem ouvir as conversas, que são criptografadas. 

A questão dos anúncios não foi detalhada por Zuckerberg. Justamente, uma das brechas de segurança das redes como o Facebook dizia respeito aos anunciantes, que teriam acesso a dados sigilosos dos usuários.

Com medo de fiasco, Samsung adia lançamento de celular dobrável

Smartphone seria lançado nos Estados Unidos nesta segunda-feira (22/4) mas foi adiado.

Foto por: Divulgação Samsung
Descrição da foto: Galaxy Fold, smartphone dobrável da Samsung
Um dos lançamentos mais aguardados do ano, o Galaxy Fold, smartphone dobrável da Samsung, acaba de ser adiado. A empresa lançaria o modelo nos Estados Unidos entre esta segunda-feira (22/4) e a terça-feira, mas decidiu postergar o lançamento em pelo menos uma semana.

O Galaxy Fold vem sendo desenvolvido há anos e é um dos produtos da marca com maior potencial de interesse. Ele incorpora tela amoled, flexível, que permite dobrar o aparelho no meio. Trata-se, na verdade, de um aparelho com duas telas. Por fora, ele se parece com um smartphone comum. Ao abri-lo no meio, revela-se uma tela semelhante à de um tablet, que ficava dobrada.

O problema que adiou o lançamento foi uma enxurrada de críticas negativas. Como é comum em lançamentos similares, a Samsung mostrou antecipadamente o aparelho a sites especializados e a jornalistas. Vários deles, entretanto, identificaram problemas. Em um caso, uma das metades da tela central estragou. Outros observaram uma linha preta morta, bem nítida, na dobra, ao contrário do anunciado. Alguns observaram ainda um espaço entre as duas telas, quando dobradas, que poderia provocar arranhões por objetos que estejam no bolso da calça. Também houve críticas ao preço alto nos EUA, 1980 dólares. Com isso, vários analistas estavam dando um conselho negativo aos clientes: não compre, espere mais para comprar o Galaxy Fold.

A Samsung deve anunciar nas próximas horas um novo cronograma de lançamento.

Será que o Google vai salvar você do engarrafamento?

Função está sendo introduzida aos poucos.

Foto por: Divulgação
Descrição da foto: Maps vai permitir que usuários interajam entre si com informações sobre congestionamento
O Google Maps, o app de trânsito do Google, agora vai começar a avisar de engarrafamentos a partir do feedback de usuários, da mesma forma como faz o concorrente Waze. O Maps já possuía uma funcionalidade que apontava volume de tráfego e, inclusive, desviava o usuário levando em consideração o tempo de trânsito nas vias congestionadas. Porém, estes eram dados captados automaticamente de sistemas municipais ou oficiais de trânsito e anexados no banco de dados do Google.

Agora, um usuário que estiver trancado no trânsito pode avisar os outros que fizerem a mesma rota sobre o problema que ele está enfrentando. Assim como no Waze, isso permite uma ação mais efetiva nas vias em que não costumam haver informações automáticas disponíveis para o Google. O Maps também já incluía o recurso de sinalizar radares e obstruções disponível para usuários, mas era uma função de testes não disponível para todos, e também meio escondida.

O novo recurso do Maps vai ser implementado aos poucos, começando pelas versões de teste, e depois sendo introduzido para alguns usuários de cada vez via atualização automática.

Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
54 3286.0988
CENTRAL DO ASSINANTE

54 3286.0718
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS