Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) estão protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
448 desempregados

Crysalis tem falência decretada pela Justiça

Empresa estava em recuperação judicial desde junho de 2016
10/07/2018 16:51 10/07/2018 16:51

A marca de calçados femininos Crysalis (Três Coroas) teve a sua falência decretada pela Justiça nesta segunda-feira (9). O pedido foi feito pelo Ministério Público dentro do processo da recuperação judicial, que havia sido formulada em junho de 2016. Durante o período, a companhia acumulou um passivo de R$ 10 milhões. A dívida tributária cobrada pela União é da ordem de R$ 54 milhões.

Um ano antes do pedido de recuperação judicial, a Crysalis contava com mil colaboradores diretos e previa uma produção anual de 3 milhões de pares de calçados – sendo 95% da produção destinada ao mercado interno. Fundada em 1971, a calçadista com sede em Três Coroas tinha unidades nas cidades de Parobé/RS (desativada em abril) e Taquara/RS (desativada em fevereiro de 2017).

Atualmente, empregava 448 colaboradores diretos – no começo da recuperação judicial eram 655. A diretoria da empresa, junto aos seus advogados, está trabalhando para tentar reverter a decretação de falência. A companhia alega que a decisão é arbitrária.

Posição da Justiça

A companhia tem uma dívida fiscal superior ao crédito submetido ao plano de recuperação judicial, inclusive passível de execução e consumo do patrimônio. Conforme despacho da juíza de Direito da Comarca de Três Coroas, Mariana Motta Minghelli, o plano de recuperação judicial da elaborado por ela sequer havia sido implementado. A magistrada alertou que o prosseguimento das atividades da empresa só contribuiria para a contratação de novas dívidas, resultando no aumento do passivo. “Neste cenário, já adianto o apontamento de resultados negativos suportados mensalmente pela empresa e documentados pelo administrador judicial, os quais indicam que desde o pedido de recuperação judicial, a empresa registra um crescente aumento do incremento de sua dívida”, comentou a juíza em sua resolução.

Próximos passos

A Justiça nomeou um administrador judicial para a massa falida da Crysalis, determinou o bloqueio dos bens da empresa, fixou o prazo de 15 dias para as habilitações de crédito quando for publicado o edital de falência e sentenciou a lacração do estabelecimento.

O diretor do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Calçados, Componentes para Calçados e Vestuário de Três Coroas, Álvaro Cruz, disse que aguardava a notificação oficial da Justiça e da empresa para se manifestar sobre o assunto. “Seria precipitado comentar qualquer coisa a respeito dessa situação neste momento. Vamos aguardar as próximas 72 horas”, ponderou o dirigente. Também contatado pela reportagem, o Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas não se posicionou a respeito da decretação de falência da Crysalis.

Prefeito quer investir mais no turismo

O prefeito de Três Coroas Orlando Teixeira lamentou a situação da empresa e falou dos novos rumos que o município tem tomado para melhorar a situação econômica. "É  com muita lamentação que recebemos a notícia, é uma empresa histórica com quase 50 anos. Ainda temos como arrecadação principal, cerca de 80%, o sapato, mas contamos, também, com o comércio, e estamos buscando entrar no turismo, já que temos aqui a canoagem, o rafting e o templo budista, e já investimos em hotéis e pousadas. É um trabalho lento, mas pretendemos atrair cada vez mais turistas. Esta situação está em todo o País, tenho esperança que entre um presidente com credibilidade para tocar o País para frente", afirma Teixeira. 


Jornal de Gramado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS