Publicidade
Acompanhe:
Notícias | Região Investigação

Dois são presos pela morte de transexual em Tramandaí

Vítima foi encontrada morta pelo próprio pai; Polícia fala em latrocínio

Por Suélen Schaumloeffel
Última atualização: 14.01.2020 às 13:37

Isabelly foi morta com golpe de faca Foto: Reprodução/Redes Sociais
A Polícia Civil prendeu, na manhã de terça-feira (14), o autor da morte da transexual Isabelly Prado, 23 anos. Ela morava em balneário Oásis Sul, em Tramandaí, e foi encontrada morta pelo próprio pai no dia 23 de novembro do ano passado, dias após seu desaparecimento.

Segundo o delegado Paulo Perez, titular da delegacia de Tramandaí, o homem de 36 anos foi preso em Gravataí, na localidade de Mato Alto, para onde fugiu antes mesmo do corpo ser localizado. Outro suspeito de participação no crime, de 35 anos, foi preso na segunda-feira (13), em Tramandaí. O caso é tratado como latrocínio, roubo seguido de morte.

Conforme o investigador, os dois presos pegaram a vítima em um estabelecimento comercial e a levaram até o local onde foi morta com golpe de faca. A dupla fugiu levando cerca de 300 reais. "Os suspeitos imputam um ao outro a autoria do crime", explica o delegado. A Polícia ainda não sabe o argumento utilizado pelos suspeitos para levar a vítima. Nesta terça à tarde, os investigadores deverão realizar uma acareação entre os dois suspeitos, para confrontar os argumentos.

A vítima desapareceu em 14 de novembro, conforme o investigador. O corpo foi encontrado pelo pai dela durante buscas. Isabelly foi localizada em meio a um matagal na Estrada do Agual, no bairro Agual, próximo à Avenida Perimetral.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.